Chacaltaya & Valle de la Luna

21 de fevereiro de 2016

Pode parecer estranho ler sobre uma estação de esqui (desativada) na Bolívia, mas é verdade, tem uma a uns 30km ao norte de La Paz e acredite, é incrível!
Para chegar lá, o ideal é contratar o tour Chacaltaya + Valle de la Luna em alguma agência de viagem ou no seu próprio hostel. Geralmente os tours que são realizados por um micro bus duram de 09h ás 16h30 e os valores variam entre 80 e 100bs + 15 bs pagos por fora para entrar em cada um desses 2 lugares. O nosso passeio foi contratado no Loki Hostel e custou 100 bs cada.
Assim que entramos no micro bus, seguimos rumo à Chacaltaya. O trajeto dura em média 2 horas  e conta com uma parada em uma espécie de mirante improvisado que serve para nos mostrar algumas montanhas, em especial a montanha de escalada Huayna Potosí, algumas lagoas e até o Lago Titicaca de longe. A paisagem é de tirar o fôlego!
Minha prima e eu na nossa primeira parada com a montanha de escalada Huayna Potosí atrás da lagoa
Minha prima e eu na nossa primeira parada com a montanha de escalada Huayna Potosí atrás da lagoa
Mirante improvidado
O mirante improvisado fica no meio da estrada
Mas falando em fôlego, isso sim era o que necessitávamos quando começamos a subir a montanha Chacaltaya rumo a antiga estação de esqui. O caminho é assustador, ele é feito por uma estrada super estreita e bem íngreme, nessa hora, enquanto a minha prima se apavorava, eu tentava encorajá-la, mas mentalmente eu me perguntava o porquê que eu sempre tenho a necessidade de me meter nessas situações. Nesse momento foi reza brava messsssmo!! rssss
Se liga no desespero da galera se segurando!! 😂😅 Tensoooo!!
Se liga no desespero da galera se segurando!! 😂😅 Tensoooo!!
Finalmente chegamos na Estação de Esqui de Chacaltaya (que significa “estrada fria” em Aymara), ela era considerada a estação de esqui mais alta do mundo, tendo seu refúgio a 5.400m acima do nível do mar. Atualmente, ela é administrada pelo Club Andino Boliviano e não funciona mais como estação de esqui devido às mudanças climáticas e ao aquecimento global. Para você ter uma idéia, aí tinha uma geleira com quase 18.000 anos de idade que desde 2009, nunca mais apareceu e junto com ela foi-se embora o esqui. Tudo o que restou foi este abrigo, balançando sobre o penhasco.

penhasco

Uma vez ali no refúgio, se você quiser subir até o topo da montanha, você precisa encarar uma caminhada de 200m, mas acredite, não é fácil não, o frio é intenso, o mal estar pela altitude também, sem contar a falta de ar! Eu e a minha prima optamos por não subir, ficamos nos divertindo com a neve e tomando chá de coca ali mesmo!
A galera se preparando para caminhar mais 200m até o topo da montanha
Galera se preparando para caminhar mais 200m até o topo da montanha
Enquanto a minha prima e eu nos divertíamos alí mesmo
Enquanto a minha prima e eu nos divertíamos alí mesmo
Curiosidade: Você com toda certeza já viu essa montanha na TV, ela é o símbolo da Paramount Pictures. 
Morrendo de frio, voltamos ao Micro Bus para descermos tensamente até chegarmos no Valle de la Luna. Nessa hora, o frio foi desaparecendo e foi dando lugar ao calor, algo que não tinhamos sentido desde que chegamos em La Paz.
Mas e aí, o que que é esse tal de Valle de la Luna?

Dnud0oyOdpd0pEtmVtYSAYrK56XCkF7o088kpw7VZXV7BXnIrTfUTyzbm8PliyF4VRTszB1dXZ16_fjCy9ELE90Iq-_ZMIwlJNqsu6s4bO0F1kR3dMUjedqC16uBUu85

Esse é um daqueles lugares que desafiam a imaginação do visitante, onde ao longo dos anos, foi se transformando a uma paisagem que é muito assimilada ao de uma lua, inclusive foi o próprio Neil Armstrong quem nomeou esse sítio. A explicação real de tão impressionante lugar, é que esse foi o resultado dos efeitos erosivos do que foi outrora o topo de uma enorme montanha, cujo chão agora longe de ser sólido, se transformou em argila, em vez de rocha. Impressionante né?
_ElwToYyHr1k8qW-Dah-QEtvaeBcpQIYHr3TOMd58e6PkaMhgnn4EIeKbZeBqxci5m1MTBx3LkPsLBFDvOjnA90Iq-_ZMIwlJNqsu6s4bO0F1kR3dMUjedqC16uBUu85 IMG_1360
Dicas rápidas:
  • Como a altitude é intensa, evite fazer o passeio nos seus primeiros dias em La Paz;
  • O custo dessa excursão varia entre 80 e 100 bs + 30 bs (15 bs para entrar na estação de esqui + 15bs para entrar no Valle de la Luna);
  • O passeio sai cerca das 09h e retorna por volta das 16h30;
  • Vá bem agasalhado para Chacaltaya e leve roupas leves para o Valle de la Luna, os ambientes mudam extremamente;
  • Use protetor solar, lembre-se o frio queima pra kcilda;
  • Leve água e lanchinhos. A excursão não para em nenhum lugar que venda isso.

 

Gostou desse post? Ficou com alguma dúvida? Deixe aqui o seu comentário…

By Belle Nog

Uma carioca tagarela, apaixonada por viagens e fotografia.

8 Comments

  1. Responder

    Marlene

    Amiga querida você é fantástica, aventureira e empolgada. Adoro suas dicas. Muitos beijos.
    Marlene Mollica

    1. Responder

      Belle Nog

      Minha querida amiga, muito obriga pelo elogio e pela visita!!! Adorei o seu comentário e volte sempre!! 🙂

  2. Responder

    Aliny Matos

    Belleee eu preciso tanto fazer uma viagem pela América do Sul e minhas férias não cabem tudo o que quero (ainda tem África, Ásia, etc.!) rsrsr Eu tenho me interessado pela Bolívia e lendo seu post vejo que lá tem mais atrativos além do Salar de Yuni ( que é bucket list) e me dá mais vontade! Amei seu blog! Te desejo muito sucesso nessa nova etapa!

    1. Responder

      Belle Nog

      Aliny que linda, muito obrigada pela visita e pelo comentário! Eu também sofro com esse problema das férias rsssss Queria férias de 3 meses ao ano, pelo menos!rssssss Muiiiito sucesso para nós duas e no que precisar para a sua viagem pela América do Sul, pode contar comigo, será um prazer ajudar!! Bujão

  3. Responder

    Geandro Dantas

    Direta e boa de papo! Gostei!

    1. Responder

      Belle Nog

      Oi Geandro,
      Obrigada pela visita e pelo comentário, Adorei!
      Bjocas

  4. Responder

    Marcio

    Gostei muito do relato e das fotos! O site ficará nos meus favoritos. Parabéns!!!

    1. Responder

      Belle Nog

      Oi Marcio, muito obrigada pelo seu comentário, fico muito feliz que tenha gostado.
      Um super abraço e boas viagens,
      Belle

Leave a comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *