Moray & Maras

24 de fevereiro de 2016

Começamos o nosso tour com a primeira parada no povoado de Chinchero onde as nativas da região nos mostraram como é feito o artesanato local, seus vestuários e até mesmo como elas conseguem fazer as cores para tingir os tecidos. Tinha até uma que nos mostrou como ela fazia um batom vermelho natural, mas aí foi muita coisa pra minha cabeça. Rsssss
Nativas de Chinchero
Achei essa visita realmente interessante, o único ruim, foi que no final das explicações, minha prima e eu queríamos comprar tudo!
Após a visita ao povoado, nós votamos ao micro bus para seguirmos rumo á Moray, um sítio arqueológico no Peru, localizado a cerca de 50 km de Cusco.
Pela estrada…
Moray contém ruínas incas muito incomuns que consistem principalmente de enormes terraços com depressões circulares. Como a maioria dos sítios arqueológicos Incas, esse também conta um sofisticado sistema de irrigação.

zc2hWtzsb8OdqdIPacGbqw5FcH9x-tIT6hd41Dr7qdHV3iGPZ_Bxcd-DB2Rw9SYArHL10XjKxOO_XJsphufjg90Iq-_ZMIwlJNqsu6s4bO0F1kR3dMUjedqC16uBUu85 utb4QaQPW4vwwVOXZq8noeAJVXJGKQWX-yfCrRzr1K_RMmMHscZ8Fda78wm8LOPlp7HoOlz9joYiu6RPKdasad0Iq-_ZMIwlJNqsu6s4bO0F1kR3dMUjedqC16uBUu85

Que isso? Estacionamento de Ovinis?
Não! rsssss  Esse lugar foi em realidade uma espécie de laboratório agrícola onde os Incas estudavam em que altitude e temperatura, variados tipos de grãos deveriam ser cultivados para um melhor desenvolvimento. Agora se liga na doideira, cada degrau destes círculos cria uma diferença de temperatura (do topo e até embaixo, a temperatura varia em até 15°C).
Outra vantagem do terreno possuir essa forma, é que assim a água é bem drenada, de modo que, quando cai muita chuva, ele não fica completamente inundado. A água cai no chão e se filtra. Estudiosos acreditam que devem existir canais subterrâneos, mas nada foi comprovado. Outra possibilidade é que a formação natural das rochas seja muito porosa, permitindo a filtragem da água no solo.
kkk
Ainda em Moray, a minha prima e eu tivemos o nosso primeiro contato com as famosas escadas Incas, também conhecidas como escadas ‘flutuantes’. Feitas a partir de rochas planas e suspendidas por fora da parede dos terraços, as estruturas sobem em quatro direções do centro, isso porque além de serem escadas, elas simbolizam também os quatro governantes de províncias, os chamados Suyus, cujo os cantos faziam fronteira com a capital Cusco, são eles: o Chinchasuyu (Norte), o Antisuyu (Leste), o Contisuyu (Oeste) e Collasuyu (Sul).
Depois de Moray fomos rumo ás Salineiras de Maras, um conjunto de salineiras da época Inca que são utilizados até hoje para a extração de sal. O lugar é simplesmente incrível e é dividido em cerca de 4 mil “piscinas de sal”. As diferentes cores das “piscinas” representam o estágio do sal, que é colhido com três intuitos, para o consumo humano, para o consumo animal e para a utilização em cosméticos.
Salineiras de Maras
Cada uma dessas “piscinas” tem aproximadamente 4m2 de área e a profundidade máxima é de 30 cm. As “piscinas” são cuidadas pelas famílias humildes da região e o dinheiro arrecadado com a venda do sal e dos ingressos é dividido entre eles. Também é permito andar pelas salinas e apreciar essa beleza de perto, mas cuidado para não cair, vi uma galera levando uns tombos. rssss
Salineiras de Maras
wDWnQuH22GjBC2e3alXPYSinddPkKHRq4Jf0FAQtg6sP1HIaleFK_v0v41lnlUKZTmthC0VymY_hY9qbaO3Br90Iq-_ZMIwlJNqsu6s4bO0F1kR3dMUjedqC16uBUu85
Esse tour foi realizado em parceria com a Fabulous Peru Tours e eu achei tudo excelente. A empresa é bem atenciosa e séria. Os guias são bem competentes e profissionais.
Além do tour ser super em conta, eu fortemente indico a empresa.
Dicas:
  • Para fazer esse passeio você já precisa ter em mãos o Boleto Turístico de Cusco. Ele que permitirá a sua entrada em Maras e Moray;
  • Prefira fechar esse tour com agências de turismo;
  • Evite fazer o tour sozinho de bus ou de taxi. De bus você dará voltas ao mundo e além de perder muito tempo, você não terá boas explicações dos locais. De taxi o valor é altíssimo e você continuará sem “entender” os lugares;
  • Nas salineiras os nativos irão lhe oferecer muitas provas de banana frita e grãos da região. Prove tudo à vontade;
  • Não deixe de provar a banana frita com o sal temperado, é maravilhoso!
Gostou desse post? Não gostou? Tem críticas ou sugestões? Comente aqui …

By Belle Nog

Uma carioca tagarela, apaixonada por viagens e fotografia.

Leave a comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *