13 dicas para desfrutar Veneza

3 de março de 2016

13 Dicas – Veneza 
Quem nunca se imaginou passeando de gôndola pelos lindos canais de Veneza? Quem nunca imaginou como deve ser a original comida italiana? Quem nunca quis ver de perto todas aquelas magníficas obras de arte italianas? Eu sempre quis tudo isso e foi por esse motivo que eu resolvi passar 15 dias das minhas férias desfrutando a Itália.
Nesse post eu vou passar algumas dicas para você conhecer Veneza, a cidade que é mundialmente famosa pelo seu romantismo, beleza, canais e história. Que é classificada como Patrimônio Mundial da Unesco e é formada por 117 ilhas e 115 canais com 409 pontes.
Abaixo algumas dicas pra você começar a programar a sua viagem:
1) Quantos dias ficar?
Monte o seu roteiro com 3 ou 4 dias. Veneza é pequena mais oferece muitos atrativos e eu tenho certeza que você não quer perder nenhum né?
2) Malas pesadas?
Considere deixar a sua mala pesada em algum guarda volume do aeroporto ou da estação de trem. Vá apenas com o essencial, você não vai querer encarar algumas dessas 409 pontes cheio de peso, não é mesmo?
3) Economize ao beber água 
Quer contribuir com a limpeza da cidade e economizar alguns euros? Leve uma garrafinha com você e á abasteça nas fontes que estão espalhadas pela cidade.
4) Acqua Alta = Maré Alta
Entenda que o Acqua Alta acontece geralmente durante novembro e dezembro. Esse fenômeno é quando a maré alta invade a cidade por algumas horas durante alguns dias. Se isso acontecer na sua viagem, não fique desesperado, encare isso com normalidade. A água não sobe tanto (aproximadamente uns 60 cm). Para encará-la, você pode colocar um plástico nos sapatos e continuar o seu passeio.  Aqui você pode checar o Acqua Alta ou você pode baixar os app hi!tide Venice e/ou Acqua Alta Venezia.
Curiosidade: A cidade já afundou 23 cm nos últimos 100 anos e corre o risco de desaparecer sob o mar Adriático caso aconteça uma elevação brusca dos oceanos. A Piazza San Marco é uma das partes mais baixas de Veneza. Geralmente quando a água sobe no Mar Adriático por tempestades ou excesso de chuva, esse é o primeiro lugar a inundar-se (nem todos os lugares ficam alagados). Quando chove, a água drena diretamente para o Grande Canal, o que é ideal, mas quando a maré sobe, o efeito é inverso e a água do canal escoa para a praça. Essa praça é o principal destino turístico de Veneza, ela abriga o Palácio Ducal, a Basílica de São Marcos, a Torre do Relógio, a Antiga Procuradoria, a Ala Napoleónica, a Nova Procuradoria, o Campanário de São Marcos, a Logetta e a Biblioteca Marciana.
Piazza San Marco
Piazza San Marco
5) O Vaporetto
O Vaporetto é uma espécie de ônibus aquático que é considerado como o principal meio de transporte de Veneza. Ele circula por 19 linhas regulares + ilhas adjacentes como as de Murano, Burano, Lido e Torcello. Os bilhetes são de acesso ilimitado dentro do período de tempo do bilhete escolhido, que varia entre 60 minutos, 12h, 24h, 36h e 50h (7 dias). Não esqueça de convalidar o seu bilhete nas maquininhas que ficam na entrada das estações, a multa é alta!
Vaporetto
Vaporetto
6) O passeio de gôndola 
Ir a Veneza e não passear de gôndola é quase um pecado. Esse é um passeio obrigatório que não vai te servir como meio de transporte mas vai te apresentar vários cantinhos escondidos. O passeio dura em média de 30 á 45 min. e vale pechinchar o preço em qualquer temporada, à noite o passeio também é mais caro.
Se a sua viagem for do estilo romântica, procure um gondoleiro que cante. O preço varia de €80 á €200 – depende do tipo da gôndola, da temporada e do passeio que você está procurando, mas se você não estiver buscando nada romântico por estar sozinho ou com amigos, não desanime, você também pode embarcar em gôndolas de até 6 pessoas, essas gôndolas “comunitárias” também são um alívio para o nosso bolso, elas custam cerca de €27 por pessoa.

13490_676776132434207_8294299005551563520_n 11114095_675212489257238_7326342152328176620_n

Curiosidades:
  • Só pode ser gondoleiro quem é filho de gondoleiro, esse ofício é tradicionalmente passado de pai para filho;
  • Todas as gôndolas são tortas de um lado e para manter o equilíbrio dela, o gondoleiro só pode remar de um lado.
7) Como chegar em Veneza?
Indo do Aeroporto você tem 3 opções:
Ônibus: O ATVO Airport Coach faz o transporte de ônibus tanto para Veneza quanto para Mestre, a viagem dura em média 20 min e custa €6 por trecho ou €11 ida e volta. O bus te deixa em Piazzale Roma (entrada da ilha).
“Barco Bus”: O Alilaguna faz o transporte público de barco, com várias paradas diferentes, o valor depende da distância e varia entre €8 á €28. Antes de entrar, verifique qual é a parada mais próxima do seu hotel.
Taxi Boat: também conhecido como taxi marítimo tem capacidade para 8 pessoas e custo médio de €110 por barco, a vantagem é que ele vai ter deixar exatamente em frente ou bem próximo ao seu hotel.

11205135_669897353122085_119504219027048683_n

Se você for de trem, você deve comprar os seus bilhetes até a estação central de “Venezia Santa Lucia”.
8) Onde se hospedar?
Quando você começar a procurar hospedagens, você vai encontrar preços e hotéis mais convidativos em Mestre, porém não acho que vale a pena ficar lá, Mestre é uma cidade vizinha, mas não é a Veneza turística que você quer visitar. Eu dormi lá na última noite do meu roteiro e não achei que valeu a pena, Mestre fica longe do burburinho e você acaba gastando mais para se locomover. Para encontrar hotéis em Veneza, clique aqui!
Em Veneza mesmo, não é difícil encontrar alguns hotéis com preços convidativos. Eu fiquei hospedada no Il Moro di Venezia, um hotel bem simples, com uma excelente localização e que me serviu bem durante toda a viagem.
9) Vale a pena conhecer Burano?
Com certeza! Conhecida por suas cores, Burano é repleta de casas coloridas que foram pintadas pelos pescadores locais, de modo que, quando voltassem para casa, eles pudessem distingui-las facilmente através da névoa espessa, além do mais, ela é ainda famosa por conta dos trabalhos em renda, elogiados até mesmo pelo Rei Luís XIV e Leonardo Da Vinci. Burano fica a aproximadamente 40 Min de Venezia indo de Vaporetto e é uma ilha repleta de vida, charme, cultura e história.

11160007_667486833363137_354177704972883739_n

10) E Murano?
Sem dúvida! Você nunca ouviu falar dos cristais de Murano?
Alguém aí tem um separador da Pandora ou da Vivara de cristal? Se tiver, pegue esse separador e olhe aí se não tá escrito Murano nele!
Isso porque Murano é a ilha da fabricação de cristais e vidros. Caminhando por lá e entrando nas lojas, você consegue ver até como é o processo de fabricação. Pena que eles não deixam filmar ou fotografar :'( snif… Dica da Dica… Como nessa ilhota tudo é considerado obra de arte, você vai achar os preços bem salgados, em Veneza os preços caem um pouco, agora se você for RHYCO e quiser ostentar, você pode comprar em qualquer loja e pedir para eles entregarem na sua casa, isso mesmo, na sua casa! Eles enviam essas preciosidades para o mundo todo. Puro luxo né?
11) Para economizar, tome o seu cafezinho em pé!
Galerinha os italianos tem um hábito meio diferente, é muito comum encontra-los tomando um cafezinho ou fazendo um lanche no balcão em pé mesmo e isso não quer dizer que eles querem crescer mais (rssss), eles só querem ser econômicos.
Vou explicar melhor… 1 cafezinho no balcão custa 1 euro, se você quiser se sentar, o valor sobe em quase 6 vezes. Isso se deve ao serviço, que é muiiiito bem cobrado.
12) To vendo uns gelatos alí, será que devo prová-los?
Ah por favor né, isso é pergunta? CLLLLLAAAAROOOO!!! A principal diferença do Gelato artesanal ao sorvete industrial é que o gelato usa matérias-primas frescas e com frutas da estação, tem menos ar em sua composição, não utiliza corantes, aromatizantes ou conservantes; tem menor quantidade de açúcar e menos gordura (50 a 60% a menos que o sorvete). Não é á toa que esses gelatos são famosos mundialmente, eles são totalmente deliciosos e são bem-vindos tanto no frio quanto no calor.
13) E o Cannoli Cioccolato?
Essa delicinha italiana vem da região de Palermo na Sicília. Os cannolis originais são feitos de ricota e frutas cristalizadas, porém hoje em dia existem cannolis com diversos sabores, eles também eram inicialmente feitos somente durante o carnaval, mas hoje, para o pavor das nossas dietas, você pode encontrar essa beleza por toda a Itália, em todas as padarias de Veneza e em qualquer época do ano. Mas afinal, o que é um Cannoli de Chocolate? É um doce feito com massa frita enrolada em um canudo (cannolo), com recheio a base de Chocolate, açúcar e ricota. Delícia!!!

11147056_672789422832878_661062835373562329_n

Gostou desse post? Não gostou? Tem algum sugestão? Comente aqui, o seu feedback é muito importante para a construção desse blog! :-)

By Belle Nog

Uma carioca tagarela, apaixonada por viagens e fotografia.

8 Comments

  1. Responder

    Lucia

    Adorei as informações e dicas de Veneza!

    1. Responder

      Belle Nog

      Obrigada Lucia! Espero que você continue gostando dos próximos posts! 🙂

  2. Responder

    sthe

    Amei! Pena que apenas passo por veneza durante umas horinhas. Já vai ser um belo aperitivo!

    :*

    1. Responder

      Belle Nog

      Com toda certeza!! É uma maravilhaaa Sthe!!! Se precisar de mais alguma dica, me avise que eu te passo tudo!! Super bjooo e obrigada pela visita!! S2

  3. Responder

    Aliny Matos

    Belle vim visitar seu blog e comecei por Veneza, pois acredita que morei na Itália quando estudei italiano, meu ex-namorado mora em Roma, e fui uma pá de vezes para Itália, mas não consegui conhecer a romântica Veneza?Uma pena, mas ainda vou! Amei saber mais dessa cidade e curti as dicas!;**

    1. Responder

      Belle Nog

      Aliny jura que vc não conheceu Veneza ainda? Não pode deixar de ir, tenho certeza que você irá amar!!! Obrigada pela visitaram e pelo comentário! 🙂

  4. Responder

    Mariane

    Parabéns pela matéria, me agregou muito

    1. Responder

      Belle Nog

      Obrigada Mariane e espero que você faça uma excelente viagem!
      Bjocas

Leave a comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *